Páginas

terça-feira, 2 de novembro de 2010

As danceterias dos anos 70, 80 e início de 90



Aqui vai uma relação de algumas danceterias e casas noturnas da época.
Se alguém lembrar de mais alguma... é só reclamar...

- 150 Night Club - Inaugurado em agosto de 1981, ficava no hotel Maksoud Plaza, na Alameda Campinas, 150. Era música para ouvir de mãos dadas,  rosto colado, no estilo Glenn Miller. Nasceu como um  night club privé. 

- Acre Clube - Na Rua Gaurama, 540, Tucuruvi.

- Abrigo Nuclear - Do início dos anos 90, ficava na Av. Nações Unidas, 2109, em Interlagos. As bandas se revezavam no palco tocando "ritz" do momento.

- Aeroanta Danceteria - Inaugurada em novembro de 1987, essa casa de shows ficava na Rua Miguel Isasa, 404, no Largo da Batata, Pinheiros. Lá se apresentaram algumas das mais importantes bandas do circuito alternativo paulista dos anos 80, como Fellini, Mercenárias, etc. A estrutura era formada por dois galpões de 350 m2. Em um ficava o bar e o restaurante. Em outro ficava a pista de dança, o palco, uma arquibancada e um mezanino. Antes e depois dos espetáculos rolava rock, jazz, funk e outros gêneros musicais.

- Ácido Plástico Bar - Inaugurado em janeiro de 1986, o bar  ficava no bairro do Carandirú, na Rua Urupiara, 432, bem ao lado da extinta penitenciária. A decoração e o ambiente lembravam uma igreja, com elementos góticos, vitrais, púlpitos e afrescos. Hoje, é uma Loja Maçônica. Lá apresentavam-se bandas de rock "subterrâneo".

- Allure - Inaugurada em setembro de 1992, ficava Frei Galvão, 135, vizinha da Franz Schubert. Tinha ares de loft e pista de dança simpática.

- Anny 44 - na Bela Cintra, 1551 (onde hoje é a Lellis Trattoria). Era um lugarzinho underground, bem no meio dos jardins, que teve vida breve. Em três pisos se distribuíam  uma lancheteria, uma sala de vídeo, dois bares e uma pista de dança onde se ouvia rock. 


- Apple - Ficava na Rua Profa. Maria José Baroni Fernandes, 483, Vila Maria. Tocava rock, dance music e sucessos nacionais. Tinha matinês aos domingos.  

- Aquarius - Antigo teatro Aquarius, dos anos 70, ficava na Rua Ruy Barbosa, 266,  na Bela Vista.

- Aramaçan - Rua São Pedro, 345 - Santo André. Tocava dance music, rock, sucessos nacionais com promoção de grandes shows ao vivo.

- Arcadia - do início dos anos 90, ficava na Franz Schubert, 159, nos Jardins. Tocava dancing music para o público de 20 anos. Tinha matinê aos domingos das 17 as 22 h.

- Area - Ficava na rua dos Pinheiros, 1275.  Durante três anos liderou a noite tocando em primeira mão as novidades do melhor Rock, Pop e Dance Music americano e inglês.

- Barbarella – Ficava na Rua Pamplona, 1079. Tocava música de fita para casais, fliperama e xadrez ficavam a disposição dos freqüentadores, geralmente jovens. Nos fins de semana virava discoteca.


- Banana Power - Foi inaugurado em  22/12/1977 e ficava na Av. São Gabriel, 301.  Os proprietários, Fernando Gama e Silva, Franco Cirri, Toni Carmargo e Henri Caran trouxeram um ritmo jovem com Toni Miranda Correia grifando o som e Sig Bergamin a arquitetura. Mais de 1000 pessoas passaram pelo novo endereço por ocasião da inauguração que foi em prol da APAE. A decoração trazia preto nas paredes, grandes tubos de ar condicionado multicoloridos, grandes folhagens de bananeira logo na entrada e no interior, dois planos para poder ver o movimento até de camarote. Havia também máquina de gelo para soltar fumaça colorida na pista, máquinas de bolinha de sabão, iluminação estroboscópica, luz ritmica e duas mil e quinhentas luzes que formavam desenhos na pista de acrílico. Tudo o que existia de mais moderno na Europa em matéria de luzes estava lá. Nela promovia-se concursos de dança, elegendo o John Travolta. 

- Broadway - Ficava na Rua Marquês de São Vicente, 1767. Tinha matinês que tocavam dance music, rock e reggae.  Com o DJ  Beto Nini.

- Cabral - na Cidade Jardim.

- Caipiródromo - Inaugurado em 6 de dezembro de 2001, no lugar onde ficava a danceteria ContraMão. Com musica country e touro mecânico, retoma o ar do velho oeste. Na Av. Marginal, 16, Embu.

- Café Piu-Piu - Que está no Bixiga até hoje. Fica na Rua 13 de maio, 134. E tem  música ao vivo.


Cais -  Na praça Roosevelt, 134. Era um porão soturno com decoração em neon. A programção musical era variada, indo do hip hop ao rockabilly. A partir das duas da manhã servia sopas.


- California Dreans - Santana


- Carbono 14 - Surgiu em 1982 e ficava na 13 de maio, 363, no Bixiga. Era uma espécie de centro cultural multimídia. O que mais celebrizou o Carbono foram as sessões de vídeo com gravações de shows de novas bandas inglesas.



- Cave - Em meados dos anos 80 surgiu no bairro de Pinheiros (Av. Henrique Schaumann X  Cardeal Arcoverde)  uma danceteria que chamava atenção pelo visual futurista de sua fachada (atual Open Bar). Nessa danceteria de três ambientes se reuniam todas as tribos da zona oeste de São Paulo. Lá era possível encontrar punks, carecas do subúrbio, rockabillys, boys, boys de vila, skatistas e surfistas (na verdade eram office boys que compravam calças da OP e parafinavam o cabelo), todos sob os olhares atentos do corpo de seguranças comandados pelo lendário segurança “DRAGO”. A casa possuía duas pistas de dança e lá era possível ouvir um pouco de tudo que rolava na época, como: house comercial (hoje flash house), punk rock, rockabilly, industrial e muito mais.  



- Chicago - Era um bar que ficava na Avenida Cotovia, 719, em Moema. Tinha uma ampla pista de dança e decoração combinando espelhos e jardins.


- Círculo Militar - onde aconteciam as domingueiras.



- Clash -

Clube Massivo -  Inaugurado em 7 de novembro de 1991, era de propriedade do grupo "Que Fim Levou Robin", até então o único grupo brasileiro exclusivamente dedicado à dancing music. Ficava na Alameda Itu, 1548, nos jardins. Concentrava sua força na disco music.


- Clube Sírio Libanes - 

- Columbia - Inaugurada em 1991, tinha uma decoração "clean" que aproveitava a estrutura original do prédio. Tocava basicamente dance music. Ficava na Rua Estados Unidos, 1570.

- ContraMão na zona leste. Ficou por doze anos como a casa mais badalada do pedaço e fechou em maio de 1992.

Cotton Club - Do início dos anos 90, ficava na Frans Shubert. A casa teve várias fazes e por fim se transformou em uma boate que celebrizou shows escatológicos, como a luta de mulheres no gel e strip-tease masculino.


- Dama Xoc - Foi inaugurada em 4 de agosto de 1988 com um show de lançamento do LP "Carnaval" do Barão Vermelho. Era um espaço multilazer que ocupava um antigo cinema reformado. Pelo palco de 180 metros quadrados passaram, entre outros, o cantor Evando Mesquita (Blitz), Titãs, Egberto Gismonti, Kiko Zambianqui,  Inocentes, Capital Inicial e Ira. Nos 1500 metros de área ainda funcionavam bar e restaurante. Ficava na Rua Butantã, 100, zona oeste. 


- Dancingficava na Av. Morumbi, 6849 (perto da Ponte do Morumbi). Tinha a decoração dos "bons tempos da discoteca" e as matinês eram geralmente animadas pelo DJ Mister Sam.

- Enigma

- Excalibur  Music Hall - Rua Cardeal Arcoverde, 3030. Nele apresentava-se o cover do U2 que tinha como guitarrista o radialista Augusto Xavier.

- Espaço Retrô - Na Rua Frederico Abranches, 253, Santa Cecília. Com música ao vivo.

- Fantazy - em Moema. Mais tarde virou uma boate gay onde rolava altas festas. O povo ficava na rua para ver as drags. Era muito engraçado!

- Flash - Ficava na Alameda dos Aicás, em Moema.

- Funilaria e Pintura bar - Ficava na R. Dr. Melo Alves, 150, Jardins.

- Gallery -  A casa de José Vitor Oliva tinha projeto de Sig Bergamin. A inauguração, em 18/04/79, deu-se em noite a rigor, dedicada a convidados especiais, ao som da  Gallery Band,  sob o comando de Hector Costita. O misto de casa noturna,  bar, boate e restrô exclusivo (com apenas 10 mesas) ficava na Hadock Lobo, 1626,  próximo do restaurante Rodeio. Era um clube privê, que teve as primeiras carteiras entregues a um público selecionado. No interior da discoteca, dois grandes nichos forrados de espelhos em várias posições e vários efeitos de luz, onde eram expostas, durante o ano, coleções de objetos de arte.

Glória -

- Ghost - em Interlagos.

- Habbeas Corpus - na Rua Padre João Manuel. 

- Hippo Privê - Dos anos 70 era frequentada pela alta sociedade paulistana.

- Hippopotamus - Inaugurado em 11/12/1974, ficava na Av. 9 de Julho, 5872 e era chamada de "um pedacinho de New York em São Paulo. Possuía duas salas: A sala 1 com um piano bar e serviço de restaurante, aberto a partir das 17 h. Na sala 2  havia uma discoteca que tocava música de todos os gêneros, no mesmo estilo do Hippopotamus de New York e de Annabel's (Londres) e Regine (Paris). O serviço de restaurante iniciava-se as 21 h. Era ponto de "relax de gente fina".

- Hippodromo - Dos mesmos donos e estilo da Up and Down, essa casa ficava na Rua Turiassu, 734, Pompéia.


- Hoellish -  (Infernal em alemão) Ficava na Praça Roosevelt, 134.  Tocava, no início dos anos 90, principalmente rock gótico e psicodélico para adolescentes.


- Hong Kong -
Abriu em 1983. A inauguração da casa marcou a primeira apresentação do grupo Barão Vermelho em São Paulo e a estréia dos Titâs no Iê-Iê (primeiro nome do grupo).

Ilha de Capri - Est. Martim Afonso de Souza,149,  em Riacho Grande,  São Bernardo. Funciona até hoje.

- Klatu - Na Augusta.  

- Krakatoa - Uma "nova" Hippodromo, com aumento de 1,4 mil metros quadrados.

- Kremlin - Foi inaugurado no início dos anos 90.  Com capacidade para até mil pessoas, tinha um teto de vidro em forma de pirâmide, pista de dança com laser, palco para shows, camarote e restaurante de comida francesa. Ficava na Rua Franz Schubert,193, no Itaim Bibi. Nas quartas tocava country music, rockabilly e blues. Seu público jovem lotava as matinês. Fechou em 2003.




- Kripton - Inaugurada em 25 de julho de 1991, com 1,7 mil metros quadrados, tinha uma decoração sofisticada, pista de 100 m2 de granito, com 26 canhões laser em seu interior, e um gigantesco arcabouço de luzes neon na fachada. A decoração tinha detalhes em forma oitavadas e as portas lembravam o monolito do filme "2001 Uma Odisséia no Espaço". Tinha camarim, palco para shows e telão com projeção permanente. Ficava na Rua do Rócio, 116, Itaim Bibi. 

- KRI'W - Ficava na Avenida Faria Lima, 613, no primeiro andar. Vivia repleto de adolescentes que curtiam os sucessos do momento. Havia um amplo terraço. 


- Lambar - Inaugurado em abril de 1988, ficava na Joaquim Floriano, 899. Era uma "lambateria" que disponibilizava um professor para quem quisesse aprender a "lambatiar".


- Lam-Bar-Teria - Inaugurada em 15 de julho de 1988, ficava na Av. Brigadeiro Faria Lima, 613. A casa tinha capacidade para 1800 pessoas, com cinco mil watts de som e oito mil de luz, num total de 35 aparelhos entre sequenciais,  estrodos e lâmpadas especiais. A decoração era feita com muito neon, plantas e espelhos, tudo em fundo preto e cinza. Eram cinco ambientes divididos em pista, camarote, hall com bar, lanchonete e um terraço para os afcionados em lambada.

- Lanterna - Inaugurado em agosto de 1993, ainda funciona no mesmo endereço, rua Fidalga, 531, com um público que vai dos 18 aos 50 anos. É uma caverna moderna e elegante, tem música ao vivo e restaurante. Uma pista de dança fica no fundo do estabelecimento.


- Latino Club - nos Jardins.


- Latitude 3001 -  Essa danceteria em formato de caravela foi inaugurada em 7 de novembro de 1984,  instalada no antigo restaurante Caravela, na 23 de Maio, 3001. O barco, réplica de um galeão do século 17, recebeu uma reforma completa cujo investimento chegou a quase meio milhão de dólares. Em uma área de 4500 metros quadrados foram implantados um lago artificial (onde os frequentadores podiam andar de barco), um bosque de pinheiros (para casais mais românticos), um restaurante para duzentas pessoas, uma pizzaria e duas vitrines permanentes (numa delas uma moça aparecia como sereia e na outra havia um professor de ioga). No porão do navio havia todos os tipos de jogos (não eletrônicos): dados, xadrez, jogo de sapo.No primeiro e segundo andar, uma pista de dança, um palco suspenso e uma parafernália de som. Havia também piratas em sucessivos duelos e uma lista de atrações que poderiam acontecer em qualquer outro navio. O lugar era fantástico! O melhor do new wave e do novo rock brasileiro foram as músicas tocadas por lá. Lá foi onde eu assisti pela primeira vez o show da banda Metrô.

- Limelight - Inaugurada em agosto de 1991, na Franz Shubert, 93, demorou dois anos para ser construída. A casa em forma de igreja já existia em Nova York, Londres, Chicago, Tókio. Custou 2 milhões de dólares. Na decoração lustres art nouveau, tijolos a vista, tapetes persas e telas de Gregório Gruber. 

- London Tavern - Inaugurada em 5/12/75, a discoteca ficava no Hilton Hotel, na Avenida Ipiranga, 165. Era um pedaço de Londres no coração da cidade. Funcionava ininterruptamente da hora do almoço até a madrugada, servindo almoço, chá da tarde e jantar. A partir das 22 h, música eletrônica na pista de dança de acrílico, iluminada  com seqüência de luz pré programada. O ambiente e a atmosfera eram tipicamente britânicos. 

- Los Angeles - Ficava numa travessa da Rebouças.

- Madame Satã -  Rua Conselheiro Ramalho, 873, no Bixiga. Por ele passaram (ao mesmo tempo) João Gordo, Cazuza, Aécio Neves (então apenas o neto do Tancredo), Marisa Orth, Kid Vinil,  Alex Antunes, toda a formação original do Terça Insana, bandas como RPM, Titãs, Capital Inicial (entre muitas outras). Em um momento único no underground paulista (e nacional) reuniam-se punks, homossexuais, góticos, artistas e quem mais estivesse afim de aparecer. Rock Nacional  e a música eletrônica pré-verão do amor se fazia presente na pista no porão da casa.



 Memory - Ficava na Azevedo Soares, no Tatuapé, onde eram feitas as gravações do programa "Nova Onda" da Rede Record.

 Millenium - Inaugurada em 7 de novembro de 1991, ficava na Rua Martiniano de Carvalho, 262, Bela Vista.  Apostou na inovação de aparatos audiovisuais e  decoração "chique" do casarão restaurado de 1915. Era uma danceteria nos moldes do Columbia. 

- Moon Night

Morcegóvia -  Abriu em maio de1993, na Rua Conselheiro Ramalho, 873, Bela Vista. Ficou no lugar do Madame Satâ. Passou a ter um tom mais eclético.

- Napalm - Ficava na Rua Marques de Itu, 392 . Era uma garagem acinzentada e sombria, mas com um palco grande o suficiente para abrigar uma banda de rock. Foi ali que os grupos de Brasília tocaram em SP pela primeira vez, como a comentada Legião Urbana. Lá também se apresentavam as bandas punks da periferia, como os Inocentes e os Ratos de Porão. O local era freqüentado por todas as tribos, dos new waves aos punks, passando pelos topetes dos rockabilly e reggae.

- Nation Disco Club - Na Rua Augusta, no subsolo da galeria América,  frequentavam artistas e celebridades ao som dos DJs Renato Lopes, Camilo Rocha e Mauro Borges. Com iluminação e decoração psicodélica, parecia que estávamos uma rua londrina dos anos 60.

- Number One - Na Zona Norte

- O Ponto - Ficava na Alameda Jaú, 1445. Tinha dois andares. Era um clube prive onde só podia entrar se fosse apresentado por associados. Tinha ambiente com pista de dança a meia luz, mesas e poltronas.

Ópera Room - Inaugurada em 26 de outubro de 1988, reutilizou o espaço do Área, fechado em julho do mesmo ano. Ficava na Rua Pinheiros, 1275. Tinha espaço para 400 lugares.

Overnight -  Instalada na Rua Juvenal Parada, 35, Mooca, com a discotecagem do DJ Badinha e Ricardinho e boa dose de dancing music, a casa fez muita gente dos jardins aprender o caminho da zona leste. Em suas matinês era possível chamar uma “mina” para dançar uma “lenta”… 

- Papagaio Disco Club - Inaugurada em 23/12/76, a discoteca de Ricardo Amaral ficava no primeiro andar do Cal Center, na Faria Lima.O projeto assinado por Ciro Del Nero foi construído num amplo salão. A pista de dança era circundada por mesas e cadeiras dos dois lados, e bancos e pufs. Acima, uma arquibancada acarpetada que leva a um plano mais alto. Aos filetes coloridos de neon, intercalavam-se "spots" de várias cores e itensidades. Alguns deles iluminando globos giratórios, feitos com plaquetas de espelho que lançam reflexos coloridos por todo o ambiente. Pendendo no teto algumas bicicletas se autopedalavam a noite toda.
A decoração da parede completava-se com uma pequena tela de projeção de filmes de publicidade. 
Em uma cabine transparente, de acrílico, colocada no alto do centro da pista, ficava o DJ RicardoLamunier.
A música era selecionada entre os sucessos das paradas norte americanas.

- Paulicéia Desvairada - Abriu em 1982. Foi o primeiro lugar a tocar rock e new wave em São Paulo. Ficava na Faria Lima, 1575,  no bairro dos Jardins. A casa fechou no ano seguinte.

- Pirata - Inaugurado em abril de 1979, a boate fica na Ilha Porchat, em São Vicente.




- Pool Music Hall - Foi inaugurada no mesmo dia do Latitude 3001, em 7 de novembro de 1984, com um show do Lulu Santos. Ficava na Rua dos Pinheiros, 1275.  Em junho de 1985 teve o lançamento o LP do RPM lá. No mesmo mês houve o lançamento do LP "Televisão" dos Titâs.  

- PopCorn Disco Club - A discoteca ficava Av. Guilherme Cotching, 749, Vila Maria. Inaugurou uma nova decoração em 3 de março de 1979.

- Projeto SP - Tinha uma cara de circo. Lá foi palco de diversos shows da nova MPB e New Wave. Ficava na Caio Prado, 232, esquina com a Augusta. Por ele passaram Blitz, Paralamas do Sucesso e Capital Inicial, entre outros.

- QG - Ficava na Brigadeiro Faria Lima, 613, 1o andar. Era uma mistura de danceteria, bar,  restaurante e casa de shows. No topo tinha um terraço de frente para a Faria Lima. 

- Radar Tantã  -  Foi inaugurado em 11 de maio de 1984. Ficava na Rua Sólon, 1069, Bom Retiro e tinha 1500 metros de área para dançar. Ela expandiu o perímetro urbano da classe média (reduzido inicialmente a área dos jardins). Foi instalada numa antiga fábrica com paredes de tijolos fortes e estrutura interna com vigas de ferro, sustentando o altíssimo teto de placas de amianto. Tinha shows de new wave, e até Armandinho, Dodô e Osmar tocaram por lá. 

- Radio Clube  -  Um misto de danceteria, bar e restaurante, foi inaugurada em 15 de março de 1984 com um baile em prol das diretas. Ficava na Rua Pedroso de Moraes, 1036 - Pinheiros.

- Raio Laser  -  Ficava na Av. Cotovia, 726 em Moema. Tinha um charme especial. Dava pra ver o raio verde da av. Paulista. Acomodava  3.000 pessoas. O palco era baixo o suficiente pra voce poder tocar no cantor. O som era forte e com qualidade. O restaurante bombava. Tinha ainda o Tatto que tatuava na hora quem quisesse! Era uma senhora bagunça mas totalmente organizada.
Por lá passaram Titãs, Lulu Santos, Herva Doce, Arrigo Barnabé, Raul Seixas entre muitos outros.

- Rhapsodia - Rua Bela Cintra.

- Rhapsody - Osasco.

- Reggae Night - Praça Professor Melo de Souza, em Guarapiranga. Lambada e axé music.

- Regine's -  Dos anos 70,  era uma casa de música ao vivo e restaurante. 

- Resumo da Ópera - Ficava na Av. Rebouças, 3970, 3o piso do Shopping Eldorado. Com suas domingueiras, tocava dance music.

- Roof - Inaugurada em junho de 1984, ficava no 22º andar do edifício Dacon, na Av.Cidade Jardim, 400 (esquina com a Av. Faria Lima). Uma das mais lindas vistas de São Paulo (360o). Do bar podia-se avistar o Pico do Jagaguá. Lá curtíamos New Wave, House, Disco e as românticas. Tinha restaurante, bar e karaokê.

- Rose Bom Bom -  Ficava na Oscar Freire, 720 (Galeria Femina) na região dos jardins. Era meio punk. Subíamos uma escadinha lateral e dávamos de cara com um lugar meio... digamos assim... esquisito. A decoração era vermelha e a frequência era de gente bem alternativa. O repertório abrangia grooves americanos, do hip hop e da house music, que logo cederam espaço para a EBM (Electronic Body Music) e new beat. No pequeno palco de apenas três metros de largura por dois de comprimento, os oito integrantes da formação original dos Titãs se acotovelavam para tocar "Sonífera Ilha", o primeiro hit. O Rose intercalava o som das picapes com apresentações ao vivo de bandas como Titãs, Ultrage a Rigor, Plebe Rude, Engenheiros do Hawaii. Eram duas ou três entradas de meia hora por noite, sempre encerradas com o providencial café da manhã servido para os últimos combatentes, pouco antes de a danceteria fechar.

- Rouge -


- Samantha - Ficava na Av. Miruna, em Moema. Lá havia umas cabines individuais com um sofá, uma mesa, interfone e cortinas. Era bem escuro!

- Sampa Rua dos Ingleses, 355,  no Bixiga. Com muito rock e new wave.

- Shadow - Rua Pamplona, 1109. Ponto romântico tradicional da cidade.

- Shalako -  Discoteca-Drink-dancante-sambão do final dos anos 60 e início dos anos 70. O chamado "Jardim dos namorados" ficava inicialmente na Rua Cubatão, 701 e posteriormente mudou-se para Rua Joaquim Floriano, 82.

- Shampoo - Ficava na Rua Tutóia, 307 no Paraíso.


- Show Days Saloon - Antigo Resumo da Ópera, ficava no terceiro piso do shopping Eldorado. Era uma casa com estilo country. Um tipo de saloon, todo de madeira escura. 

- Soul Train Disco Club - Inaugurada em março de 1979, ficava na Rua Amauri, 334. Logo na entrada havia um mini museu do trem, com peças de leilões de antiguidades, além de um mezanino praticamente dentro da pista, como uma espécie de camarote presidencial. O som era super potente para a época: 1200 watts. Tinha luzes coloridas, jardim de inverno e queda d'água.


-  Sotão -

- Sra. Krawtiz - Aberta em 14 de agosto de 1992, a casa era meio underground. Era lá que os DJs Maurício Mau Mau e Renato Lopes traziam as últimas novidades em dance music, com destaque para a garage e o tecno. O endereço era Rua Fortunto, 34, na Santa Cecília.

- Stardust - Do início dos anos 90, ficava na  Frans Schubert e era frequentada por quarentões, com shows turísticos de música ao vivo e cantores que cantam covers de Frank Sinatra, entre outros.

- Sunshine - no Parque das Nações, em Santo André.

- St Pool - Ficava na Alameda Lorena, 1717. Era dos mesmos donos do Chicago da Rua dos Pinheiros. Espelhos, jardim de inverno com cascata e pista de dança mais restaurante para 300 pessoas (single bar).

- Stock News - ficava em São Mateus.

- Stravaganza Café Club - Inaugurou em 6 de maio de 1992 e ficava na Henrique Schaumann, 794. Mesas de vime, piso de mármore, um aquário na pista de dança,  móveis que pertenceram a Getúlio Vargas, desenho de personalidades que iam de Erundina a Madonna, pintados na porta, máscaras de barro, etc. O mais inusitado ficava por conta dos bancos de couro de cobra pintados de dourado. A casa tinha 5 bares com 70 mesas com  telefones para comunicação interna.  

- Sunset - na Zona Norte.

- Ta Matete - Inaugurada em 5 de maio de 1977, foi o primeiro triplex noturno da cidade (american bar, discoteca e restô) ficava na Avenida 9 de Julho, 5725. 
Tinha uma pista de dança pequena com o pé direito baixo. Tinha também muitos sofás para os casais namorarem. 
A discoteca funcionava no meio-subsolo, o american bar no 1o andar, enquanto o restaurante, sofisticadíssimo à época da inauguração, ficava no andar superior e contava com lareira para as noites de inverno. A luxuosa boate levou quase um ano para ser construída e o arquiteto responsável foi Otávio Pires que construiu no meio da edificação um espaço circular que interliga todos os ambientes e  protegido por vidros esfumaçados e espelhos. Desta maneira, quem estava no restaurante podia ver a discoteca sem ouvir a música e vice-versa.  

- Tambar - Foi inaugurada no final dos anos 70 e encerrou suas atividades em 85.. Ficava na Rua Iguatemi, 441. Funcionava de 3a a domingo com música ao vivo.

- Tífon - Foi inaugurada em junho de 1984. Ficava na avenida dos Imarés, 64, Moema.  Cabia mais de 1200 pessoas, tinha entre as atrações shows e "banheiro conjunto".

- The The
 
- Toco Dance Club - A
briu suas portas em 1972 e encerrou as atividades em 1997. Situada na rua Dona Matilde, 509, no bairro de Vila Matilde, zona leste de São Paulo, tinha capacidade para mais de quatro mil pessoas. Seu sistema de som e luzes era referência incontestável. Tinha um tubo de acrílico por onde se escorregava até a pista.  No final dos anos 90, com o fechamento da casa, o imóvel deu lugar a um bingo. 



- Tramp - Do início dos anos 90, ficava na Frans Shubert.

- Up & Down - Inaugurada em junho de 1987, ficava localizada na Rua Pamplona, 1418, nos Jardins.  A casa começava a funcionar a partir das 22 horas e ficava tocando as músicas de começo de balada com um volume baixo para que o pessoal pudesse conversar. Quando dava meia-noite todos olhavam para cima para ver o show de iluminação comandado por computador. Haviam duas aberturas clássicas. Uma era um ballet de luzes ao som da New Age Music do Kitaro. As luzes se movimentavam de forma lenta acompanhando o ritmo da música e na sequência ouvia-se um estouro e o logotipo da casa aparecia no telão e aí era só alegria.


- US Beef Rock - com o DJ Mau Mau. Ficava na Rua Estados Unidos, 1626, nos Jardins.

- Venus - Na zona norte.


- Vektra - Do início dos anos 90, ficava na Rua Martiniano de Carvalho, 256, na Bela Vista. Tocava reggae, dance music e rap e tinha matinês aos domingos.


- Via Brasil - 

- Victoria's Pub - Ficava na Alameda Lorena, 1604. Ele substituiu o antigo "The Victoria" e foi inaugurado em maio de 1979. Era decorado com peças trazidas de Londres. Tinha jogos, vídeos de shows country e rock. Assim como a Woodstock misturava pop/rock e sintetizadores com bandas ao vivo. A casa era semi prevé. Se estivesse lotada ficava restrita aos sócios.

- Village Station - Ficava na Rua Rui Barbosa, 354, no lugar do antigo Ópera Cabaré. Foi inaugurado em 18 de abril de 1983. Música ao vivo era a especialidade do local, que também tinha um espaço para teatro e representações, discoteca, piano bar, uma sala de cinema e um restaurante de cozinha internacional.

Walkabout - na Rua Lisboa.

- Woodstock Music Hall - Ficava na Rua da Consolação, 3247. Nesse lugar apresentavam-se bandas cover. Era meio alternativo. Rock Inglês de vanguarda e shows com grupos nacionais, além de apresentações do conjunto Rock Memory. Lá  eu assisti um cover do Rolling Stones. Os caras eram bons!!!




- Zoom - Ficava na rua Dr. Zuquim, 311, em Santana. Era uma mega danceteria montada pelo empresário Chico Recarey e concorria com a Overnight. Os Djs Marcio e Daniel tocavam dancing music tradicional e tecno.

- Zoster - Inaugurada em 27 de novembro de 1986, ficava na Rua Iguatemi, 347, no Itaim. Além de shows semanais a casa apresentava vídeos e exposições de artistas plásticos. 

Além das baladas, curtíamos os barzinhos, que ficavam principalmente na região de Pinheiros.

- Acontece Bar - Ficava na Rua da Consolação, 3032.

- Aple Bar - Av. Miruna, 50 - Moema. 

- As Últimas Nuvens Azuis do Céu da Alameda Principal - Ficava num sobrado de três andares na esquina da Alameda Itu, 1406. Era um café com tres ambientes para bate-papo e namoro, com pouca iluminação. O terceiro andar era o mais escuro. 



- Avenida Club -  Ficava na Av. Pedroso de Moraes, 1036. Tinha capacidade da pista de dança para 500 pessoas que eram animadas por uma orquestra.  

- Auge Bar - Vila Maria. 

- Batom - Ficava na Alameda Franca, 1642. Às quintas tinha jazz, sexta e sábado rock e new wave com a Columbia Blues Band.

- Bar do Cabral    

- Bartolo - Ficava na Rua Fradique Coutinho, 1097. Era um típico lugar de reunião de cineastas da Vila Madalena.

- Biroska - Foi Inaugurado em 15 de março de 1979. Ficava na Alameda dos Maracatins, 426, em Moema.
A casa apresentava música ao vivo e tinha comida típica da Bahia.  

- Bora Bora - A tradicional pizza frita. "Prima" do La Sorella e do Mistinguett  que está até hoje na Henrique Schauman no. 657.


- Café Maravilha - Ficava na Rua Abílio Soares, 165. Tinha música ao vivo country e rock.

- Café Teatro Opus 2004 - Ficava na Consolação, 2004.


- Calabar - Na Pamplona, 1213, onde se escutava country e rock memory.

- Cálice - Ficava na Henrique Schaumann com a Artur de Azevedo. Tinha música ao vivo.

- Cant Bar - Na Vila Maria.

- Carcará - Ficava na Rua Tutóia.

- Casablanca - Ficava na Juscelino Kubischek, 105. Tinha uns cantinhos especiais para namorar e uma pista de dança.

- Chaplin - Itaim.

- Choperia Ludwig II - na Juscelino Kubischek onde se ouvia, ao vivo, música popular brasileira.

- Clash - Av. Faria Lima, 743. 

- Clydes  Ficava na Rua da Mata, 70 (hoje com o nome de “Na Mata Café”). Era um típico bar americano, com vários ambiente para conversar, dançar e ouvir música ao vivo.

- Concentração  Ficava na Rua Mourato Coelho, 44. Tinha samba e MPB ao vivo.

- De Repente Bar - Tocava Rock Memory (rock dos anos 70 e 80). Ficava na Bela Cintra, 1803.


- Herman  Ficava na Rua Artur de Azevedo, 1436. Tinha um estilo mais romântico, tinha uma pista de dança em frente ao palco que tocava MPB.

- Ilha - Fica na São Gualter, 679. Também existe ainda hoje. Fui algumas vezes lá. Virou um restaurante onde a família se reúne no domingo.

- Ilhabela - Ficava na Av. João Dias, 154. 

- Inverno e Verão - Rua Vieira de Moraes, 263. Tinha lareira muito procurada no inverno. 

- La Sorella - A tradicional pizza frita. 

- Leiteria Paulista - no Itaim.

- Liverpool - Fica na Alameda Franca, 712. Girava em torno dos Beatles, desde a decoração, até o som. 

- Love Aple - Ficava na Juscelino Kubischek, 825. O lugar tinha uma pista de dança e era escurinho e romântico.


- Love Store - Essa casa...bom...digamos assim...era um bar aconchegante demais. Ficávamos num tipo de quartinho, onde cabia o sofá e a mesa. Dava para fechar a cortina e o garçom só aparecia quando tocávamos a campainha. 


- Metrô - Ficava na Rua das Gaivotas, 1383 e os ambientes eram decorados com motivos do metrô. 

- Metrópolis

- Mistinguetti - Pizza frita na Juscelino Kubischek.

- O Beco - Rua Bela Cintra, 298, com música ao vivo.

- O Poker -  que ficava na Juscelino Kubischek e se auto denominava "tropical american bar" com uma enorme vegetação.

- O trago nosso de cada noite -Foi aberto pelo industrial Décio Fantozzi, em outubro de 1979, na Henrique Schaumann. Funcionou até uns cinco anos atrás. Era um típico bar com bebidas e petiscos.

- Rock Dreans - Alameda Lorena, 1626. A decoração recriava o clima dos anos 50.

- Sampa -  Com música ao vivo, ficava na Rua dos Ingleses, 355.

- Singapura - Alameda Tiete.

- Stuttgart - um ponto de encontro para se beber chopp e comer pizza fritaFicava na Juscelino Kubischek, 1081.

- The Place - Alameda Tiete, 380. Com música ao vivo.
- Tobago -  Ficava na Diogo Moreira, 316. 

- Torre do Dr. Zero - 



- Toulouse Lautrec - na Rua Manoel Guedes, 139. Tinha pomar, jardim de inverno e sala com lareira. Tinha bar com salas reservadas para casais, almofadões sobre tatames, lareira, jogo de gamão e dominó.
- Vou Vivendo - Na Rua Pedroso de Moraes, 1017.  Com ambiente boêmio, tinha boas atrações musicais.

- Willie Willie - Fica na Rua Manoel Guedes, 332 na região de Pinheiros. Tinha jogos de xadrez, dama e um lugar para praticar arco e flexa.

Em meados de 1984 também começou a onda do karaokê.  

- Lanchonetes: Que eu me lembre tinha  Joakin's, Stop DogJack In The Box, Well's Swensen's com uma banana split maravilhosa!!!



Além de barzinhos, lanchonetes e danceteias, outro passeio comum era ficar de carro, parado, na ilha da Av. Ibirapuera, ou na Henrique Schaumann!



Acho que deu saudades!

247 comentários:

  1. Etsa semana passei em frente de onde ra o Últimas Nuvens Azuis do Céu da Alameda Principal, lembra desse bar...
    Faltou entre as danceterias o Radio Clube, que ficava na Pedroso de Morais, onde hoje é o Avenida Clube.
    E eu fui um dos DJs da matinê do Círculo em 86 e 87.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu frequentava esse, mais por conta do nome que eu achava lindo: AS ULTIMAS NUVENS AZUIS DO CEU DA ALAMEDA PRINCIPAL, foi lá que tomei pela 1ª vez tequila

      Excluir
  2. Pra te ajudar: o Ultimas Nuvens ficava no Jardins em um sobrado de 3 andares, esquina da Al.Itu com a Bela Cintra. Era beeeem escuro, se é que vc me entende, especialmente no terceiro andar.

    No Radio Clube vi show Metrô e do Ultraje, entre vários outros. No primeiro disco do Ultraje tem uma faixa ao vivo que foi gravada lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tava lá foi a música Independente Futebol Clube

      Excluir
  3. Bons tempos de St.Paul...trabalhei lá como DJ durante um bom tempo...
    No mais ia toda sexta e sabado com amigos...lá conheci minha ex-esposa...rsrs
    Sinto saudades daquele tempo...pena que fechou.
    Curti muito algumas das danceterias acima descritas...:-)
    Faltou citar 2 danceterias que na minha opinião foram muito legais na época: o Regine's e o QG, ambos ficavam perto da Faria Lima...eram muito bons.
    Valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueceram de mencionar O PATROPI na rua Cubatão no Paraíso,lá fui muito em 1979 e 1980 e também o Chic Show no Palmeiras que fui uma única vez.Destas todas fui:
      Roof,Up & Down,Kremlin,Rose Bom-Bom, Aeroanta,Limelight,Gallery já perto do fim,e hoje mesmo vou ao Limelight que funciona na Vila Olímpia.Recordar é viver mais de uma vez!!!!
      Abraço,DJ!!!!!

      Excluir
  4. Ricardomolinarep@hotmail.com6 de outubro de 2010 10:51

    ninguem lembrou do Memory que ficava na azevedo Soares no tatuapé?? era onde eram feitas as gravações que passavam no programa "Nova Onda" que a Rede Record apresentava...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Nova Onda lembro muito, fui fazer uma pesquisa no Youtube e Google e não achei nada referente ao programa q era apresentado pelo Beto Rivera... q pena, faz parte dos anos 80

      Excluir
  5. Nossa, foi máximo lembrar desses lugares maravilhosos, mas faltaram ai, alguns lugares que na minha opinião tbm foram incríveis:
    Danceteria Allure na Vl.Olimpia, a Laiteria Paulista no Iatim, o Bar do Cabral (do Luciano Hulk), entre outros.
    Mas valeu, foi ótimo.....
    Beijos a todos
    Cris

    ResponderExcluir
  6. GENTE DO CÉU EU CURTI O CARCARA, SHAMPOO, FLASH E CHICAGO Q EPOCA MARAVILHOSA! SAUDADES DAQUELE TEMPO SO GENTE BONITA.. NA VERDADE DURANTE ALGUM TMEPO EU FUI ATE DJ DESTAS CASAS ADORARIA REVER VELHOS AMIGOS Q FIZERAM PARTE DESTA EPOCA.

    ABÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRABALHEI DURANTE UM PERIODO NO FLASH E DE VEZ EM QUANDO NO SHAMPOO TALVEZ TENHAMOS NOS CONHECIDO MEU NOME É ROBERTO VC LEMBRA DE ALGUÉM CHAMADO ROBERTO? AGUARDO SUA RESPOSTA .ABÇOS.

      Excluir
  7. Bons tempos aqueles sinto muita saudade,quando Mister Sam tocava no dencing na avenida morumbi era muito bom.Eu curti muito essa epoca pena que acabou.Ass:fabio mais conhecido como Vidal

    ResponderExcluir
  8. Frequuentei muitos destes lugares, porém faltaram alguns importantes no cenário paulista como a Nation Disco Club, na rua augusta no subsolo de uma galeria, onde frequentaram artistas e celebridades aos sons dos DJs Renato Lopes, Camilo Rocha e Mauro Borges. Pode incluir outros como Clube Massivo (Jardins), Hells Club (Jardins), Sra. Kravtiz (Sta Cecília), Radar Tan tan, Cais (na praça Roosevelt), Glória, Morcegóvia e The The

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que saudade! Saint Paul, na Al.Lorena, Gallery, na Haddock Lobo, Tamatete, na Nove de Julho, Show Days (acho que era no shopping Eldorado). Que delícia de época! Não volta mas não sai da lembrança. Maravilhosas lembranças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb, SoulTrain,regine's,Roof onde tinha as mulheres lindas do Brasil

      Excluir
  10. Ola, muito legal seu blog e me fez lembrar por um bando de lugares que frequentei nos nos 80 e 90. Fui em todos que vc listou porém faltou um que o Rhapsody que ficava em Osasco. Um grande abraço do Edson Fiel do Campo Limpo. PS: Um dos lugares mais chiques que frequentei foi o Roof. Fui apenas uma vez lá, era caro mas valeu apena!

    ResponderExcluir
  11. O Ponto (Al. Jau), Shampoo (R Tutoia), Carcará (R Tutoia), Zoster (R Iguatemi), Shadow (R Pamplona), Roof (Predio da Dacon), Overnight (Mooca), Auge Bar (Vila Maria),Pop Corn (Vila Maria), Cant Bar (Vila Maria), Toco (Vl Matilde), St Paul (Al Lorena 1612),Casablanca (Av JK), Dancing (Morumbi), Singapura (Al Tiete), Chaplin (Itaim), Flash (Moema), De Repente (R Bela Cintra),Betrunken (Santos - José Menino)e Pier 17 (Santos - Gonzaga) e não podemos de citar a Help em Copacabaca e o Café Nice na Rio Branco ambos no Rio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em que época vc frequentava o flash? e o shampoo? Trabalhei durante um bom tempo no flash e no shampoo? como vc tocava nestas casas talves eu te conheça?

      Excluir
    2. Eu era frequentador assiduo do Shampo,Chicago,Love Apple,etc...O Camilo Razuk Neto fez questao de me conhecer.Era muito popular na epoca.E muito Generoso nas caixinhas tambem.Sou oriental e era logo reconhecido.Tinha um carrao na epoca (Monza 85 fase II,vermelho Bonanza,todo personalizado pela Pompeia Veiculos).Ate hoje tenho saudades daqueles tempos.Era socio inclusive do Gallery.Conheci praticamente todas as danceterias da epoca.

      Excluir
  12. Acrescentei as novas informações...
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  13. Renata, segue velhos e bons locais dos anos 80!

    que Saudades!

    Roller Speed Center - Rinque de Patinação em moema ao Lado do Shopping Ibirapuera onde nos anos 90 virou o Corinto!

    Caipiraço - Embu
    Faroest - Na Cardeal Arco Verde
    Metro - Ficava em Moema
    Joy - em Moema de frente com a Brunella
    BeBop - Em Moema
    lambaregae - que ficou no Lugar do Latitude 3001 ou 2001
    Moema Samba - Em Moema
    Rush - em moema
    QG - quando mudou para moema na Vieira de Moraes, 900 onde hoje é uma Caixa Economica
    Birosca - Na Sta Cecilia

    Continue assim!

    Relembrar é Viver!

    Parabens!

    ResponderExcluir
  14. Nooossaaaaa....viajei agora...Só lugares muito legais...
    Saudades mesmo...

    ResponderExcluir
  15. vOCÊS SE LEMBRAM DE UMA DANCETTERIA EM PINHEIROS
    NÃO ME LEMBRO BEM SE ERA NA FRADIQUE COUTINHO...
    NOSSA ...FAZ TEMPO E A MEMORIA TAH PESSIMA.. SE ALGUEM LEMBRAR.. POSTE POR GENTILEZA

    BIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia você se lembra do ano que frequentou, por a caso seria ANTARES frequentei esta só não me lembro o ano que foi.
      Att: mauro Souza.

      souzamauroj@hotmail.com 11-7893-2762 ID: 962*24445.

      31 / 07 / 2012.

      Excluir
    2. Olá Bia. Em Pinheiros seria a danceteria STAR MUSIC, tb não me recordo nome da rua. Acho q fui entre 1992 e 1994. Renato 19/03/2013 renato@smakee.com.br

      Excluir
  16. Oi Pessoal, nossa que bom que achei esse blog, parabéns Renata, pque São Paulo é muito grande e têm diversas casas, eu não conseguiria fazer essa lista que vc fez!! Eu tenho 45 hj, conheci várias garotas mas sou solteiro por convicção, graças a Deus pque todos meus amigos da mesma idade ou estão separados ou casaram-se pela 2,3,4... vez. Bom dentre as casas que vc citou destaco 3 e gostaria de incluir uma: Show Days Sallon (ficava no 3º piso do shopping Eldorado) que tinha um estilo um pouco diferente e tocava de tudo, era uma opção pros mais velhos no começo dos anos 80. Pra quem não conhece ou quer lembrar, o clipe "beat acelerado" do conjunto Metrô (Virginie), foi gravado no Show Days Sallon. Os meus destaques são: Pool Music Hall (R. Pinheiros) que fechou e reabriu como Area e QG (Faria Lima). Gostei mais da Pool pque às terças tinha a festa da Rádio Cidade FM, onde na entrada vc ganhava um ticket com um número (azul para homens e rosa para as mulheres) e se vc achasse a pessoa com o outro número igual, ganhava um prêmio. A intenção não era o prêmio e sim uma forma de tentar formar um par na danceteria, claro que nunca achei o meu, pois sempre a garota que ficava tinha um outro número. Só de lembrar isso, me sinto muito mais feliz, sei lá no fundo somos todos saudosistas. Tbém foi lá que no começo de carreira se apresentaram: Metrô, Kid Abelha e Seus Abóboras Selvagens (depois virou Kid Abelha), Titãs, Paralamas do Sucesso. Tbém foi lá que a linda modelo PIERA (só dava ela na revista Capricho e ela era linda demais e eu era apaixonado por ela) mexia o esqueleto (lembram dessa?). Falando em garota, gostaria de dar um depoimento que eu e vários amigos homens, comentáva-mos bem depois dessa época: que as garotas daquela época (80) se davam muito mais valor do que as garotas de hj, nossa era muito mais difícil levar pro motel uma garota que vc conhecia na "night", por isso era mais gostoso namorar nessa época, tinha que gastar uma saliva desgraçada, mas valia a pena pque os namoros eram mais verdadeiros e longos. Ufa!!! acho que quebrei o teclado de tanto escrever... Bom fico por aqui feliz de ter achado esse blog, morava em Pinheiros (o bairro mais gostoso de São Paulo) e agora já faz vários anos que moro fora do País. Saudades... Abraço a todos que curtiram aquela fase fantástica de nossas vidas. ass: Aquariano 100%

    ResponderExcluir
  17. Aonde estão as iluminação e os djs de tanta Danceteria fechada.
    Pois bom tempos não voltam mais .

    ResponderExcluir
  18. Tinha uma que chamava Were House... onde ficava? Jardins ou Pinheiros? Matinê concorrida!
    E uma que chamava apenas HOUSE? Atrás do Tamatete, paralela com Av. 9 de Julho, numa esquina! Ah! Minha 1ª vez foi numa matinê da QG em 86 e estava tocando aquela do SIG SIG SPUTINIK! hehehe...jamais esquecerei! E uns shows que tinha sábado a tarde na USP? IRA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. House, sem dúvida foi uma das mais legais danceterias de São Paulo.

      Excluir
    2. Fui DJ da HOUSE por alguns anos.
      Ela ficava na esquina da Gerônimo da Veiga com a Manuel Guedes.
      Eram 3 andares repletos de gnomos.
      No térreo o bar, bandas de rock e shows no telão.
      No 1º andar havia o restaurante e o piano bar fantásticos.
      No último o dancefloor.
      Era mais uma casa do Fernando Tibiriça de Santana (Victoria, Roof, Dancing, Mariajoana, Manga Rosa,...Tonk).
      Por lá passaram grandes DJs: Don Lula, Giancarlo Secci, João Frazão, Brazinha, Serginho,...

      Excluir
  19. Acre Clube
    Clube dos Oficiais
    Sunset
    Vênus
    Number One
    Todos na Zona Norte!
    Eu fui muitas vezes na matinê da Zoom, adoravaaaaa!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia, tb estive em muitas destas, "o saudades...."

      Excluir
  20. Faltou a Ghost em Interlagos (com uma batida de beijo na boca maravilhosa), clube BASE e tinha uma outra que agora eu não lembro o nome na Rua Estados Unidos...quanta saudade!!!!

    ResponderExcluir
  21. gostei muito de todos essses comentarios ,mas vc esqueceu de citar uma casa noturna situada em são mateus,na zona leste,espero que vc se lembre de colocar algum comentario sobre essa casa noturna chamada ( stock news )...... obrigado

    ResponderExcluir
  22. BONS TEMPOS AQUELES CARCARA,SHAMPOO,FLASH,CHICAGO

    DJ MAGOO CARCARA,SHAMPOO E CHICAGO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Show, bons tempos frequentei muito,depois Regine's ,Soul trainn, Roof

      Excluir
  23. Sensacional! Nasci em São Paulo e moro em Floripa a 14 anos.Viajei no tempo quando entrei neste blog !!! curti muito a pool music hall e conta pra "galera mais jovem" que cheguei a ver Titãs na matine!!! pra mim a pool perde apenas pro madame satã e radar..., curti muito tambem chicago,flash,kremilin,hoellichw,piu piu,..., 60% das casas citadas eu conheci...parabéns marcelo oliveira - canasvoleidepraia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. tbem esqueceram do banana´power na 9 de julho,do rits e do supremo na oscar freire.

    ResponderExcluir
  25. tinha tbem o famoso Clayd`s,travessa da 9 de julho.

    ResponderExcluir
  26. Faltou uma casa que havia próximo ao Trago Nosso. No final dos 80 rolava um rockabilly nervoso. Não lembro o nome da caa nem a pau. Alguém lembra?

    ResponderExcluir
  27. Ia nas matines do Banana Power imitar o Jonh Travolta e a Olivia Newton John dançando e era o máximo...rsrs

    ResponderExcluir
  28. Latino Club - Jardins
    Allure - Itam
    New York - Jardins
    SP Gril - Jardins
    Columbia - Jardins
    Sub Club (Columbia) - Jardins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nooosssaaa eu AMAVA o Columbia e o Allure, que saudades!!!

      Excluir
  29. Adorei!!! Muitas saudades desse tempo!!!
    Seria otimo alguem poder contribuir com fotos...
    Alguns outros locais que deixaram saudades:

    - Banana Banana - Av. 9 de julho
    - Tango Tango - Itaim
    - OZ - Rua Estados Unidos
    - Les Bains Douche

    Muitas saudades...

    ResponderExcluir
  30. Lembro da discoteca BANANA POWER - Na Avenida São Gabriel muito frequentada pelos alunos da EEPG Ludovina Credídio Peixoto que ficava na Tabapuã.
    Duas lanchonetes que talvez existam até hoje : JOAKIN'S E STOP DOG na Joaquim Floriano.
    Sem contar o fliperama perto da João Cachoeira que eu detonava na máquina POLARIS com meu amigo Argentino Pablo....Bons tempos !!!!
    Lauro !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, até do fliperama você lembrou? Também fui a todos estes lugares e joguei muito no fliperama, só que eu era da Vila Olímpia.

      Excluir
  31. Era no Sub Club do Columbia que rolava o Hell's, certo? Esse vc tem incluir pq era muito clássico! Arrisco dizer que foi o primeiro after hour de SP!
    Arcadia e Le Bain Douch (não deve ser assim que se escreve), nas imediações da Franz Shubert.
    Cabral, ali na Cidade Jardim.
    Klatu, na Augusta.

    Quanto aos bares, faltou a sobrevivente Torre do Dr. Zero.

    amei o post! bjs

    ResponderExcluir
  32. Faltou Arcadia na Franz Schubert e a Danceteria do Clube Sírio Libanes.

    ResponderExcluir
  33. Mais dois clubs:

    Habeas Corpus - na R. Padre João Manuel
    Walkabout - na Rua Lisboa

    ResponderExcluir
  34. Meu... Fiquei assustado, mas muito legal!!!! Fi em 95% dos bares e boates relacionadas!!!! Cara o Rock Dreamns.... parava minh Belair 56 vermelha e branca na porta.... todos os domingos... tinha cadeira cativa lá... Regine's.. nem se fala.... quantas meninas ......SAUDADE!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  35. Cade o California ficava em Santana

    ResponderExcluir
  36. Renata,as domingueiras do Club Juventus bombavam na época...

    ResponderExcluir
  37. Esqueceram da danceteria mais badalada da Zona norte California Dreans quem tiver algo dela poste aqui !!! era o maximo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ia na matine do California Dreams aos domingos das 3 as 6hs.... saudadade - 1987... Alessandro - Joao Ligabue - alexe2@live.com

      Excluir
  38. Em Foz do Iguaçu/Pr, existiu a que foi considerada na época a melhor casa noturna da America Latina, mas foi esquecida...gostaria que se alguem tivesse alguma foto ou video das noites que paravam a cidade entre 89 e 92 postasse pois a saudade é muito grande...o nome é claro, "AGENCIA TASS".

    ResponderExcluir
  39. Gente !!! Nossa...viajei agora, lendo sobre esses lugares. Tbem frequentei 70% deles, por aí. Que boa memória vcs têm...não lembrava o nome e o endereço da maioria delas e por isso foi tão legal ler tudo isso. Que delícia !!! Queria que meus filhotes tivessem noção do que vivemos...nosssaaa...namorei muitoooo nessa época e nesses lugares ! Ohhh tempo bom Meu Deus ! Obrigada por me levarem de volta a um tempo maravilhoso da minha vida. Bjussss...

    ResponderExcluir
  40. Nossa, que legal. California Dreams, teve a Pepsi Music Hall, em Santana também. Nossa, quanto lugar eu conheci. Latitude, Zoster, Zoom, Círculo, Shampoo, Overnight, Kriws, QG, Allure. Quantas lembranças excelentes... parabéns pela ideia

    ResponderExcluir
  41. Adorei....voltei aos 20 anos....que delíciaaaaa....alguém lembra de um chileno que tocava piano no Victoria? Lucchini (acho q era esse o nome)....e a pista com o trenzinho....

    ResponderExcluir
  42. Bar Toulouse Lautrec
    Lei Seca

    ResponderExcluir
  43. Fui DJ da Popcorn de 82 a 87, além da St. Louis na Vila Maria e Noturno Bar no Itaim Bibi. Produzia programas nas noites da Band FM. Visitava Latitude, Area, Up & Down, Contramão, QG, Victoria Pub, grandes amigos, bons tempos. Correria pelos lançamentos e exclusividade dos vinils.

    ResponderExcluir
  44. - DJALMA: Discoteca com mezzanino na Pça Roosevelt - anos 1970-1971
    - TON-TON: Melhor discoteca entre 1972-1976,onde trabalhava o famoso maitre Lacerda, que depois foi para o Gallery
    - LE MOUSTACHE: Discoteca entre 1972 e 1975, proprietário o Otto Bendix.
    - REGINE`S: Discoteca e restaurante muito luxuosos que era a filial do Regine`s de Paris e sócio Nagi Nahas

    ResponderExcluir
  45. Eu acho que faltou a Gabrila e Horabile Societa
    desculpa se eu não vi
    Eds

    ResponderExcluir
  46. Los Angeles na Capitão Anonio Rosa perto da Rebolças com R ua Pinheiros
    Eds

    ResponderExcluir
  47. Parbens pela iniciativa ,nos faz lembrar de como eramos felizes....conheci pelo menos 70%dessas casas,pois sou barmen a 28 anos,então rsrsrrs,mais não se esqueçam do Victoria pub na augusta,Caipirasso na barra funda ...saudades dessa época.....valeu!!!!

    ResponderExcluir
  48. A TRUMP TOWN E A PLAYBOY ERAM FEBRE NO BAIRRO DA FREGUESIA

    ResponderExcluir
  49. TAMBAR, Rua Iguatemi... Bar a meia luz, baixo, piano e bateria, às vezes voz. Ambiente excelente para namorar.

    ResponderExcluir
  50. maravilha esta relação
    Mas o Regine's foi o club mais luxuoso que SP já teve! Durou 5 anos de 1981 a 1986. Dos 20 Regine's do mundo era o mais bonito;

    ResponderExcluir
  51. Splash na Vila Carrão

    ResponderExcluir
  52. Sensacional... mas faltaram algumas:
    Cally - na Serra da Cantareira. Bar/Danceteria decorado com motivos mexicanos. Mta lambaeróbica de quinta a sábado. Dj Fabinho. E um cara com aquele imenso chapéu (Tchencho) que servia tequila e balançava a cabeça de quem tomava... hahaha
    Teatro Vento Forte - tocava reggae, na Ponte Cidade Jardim, onde hje tem um parque, mas acho q o teatro ainda existe mas não como balada. Bebidas com nomes dos Cantores de Reggae.
    Pepsi - em Santana, a minha primeira danceteria, época de passinhos (1988). Na rua Duarte de Azevedo.
    Fruto Verde - em frente a Pepsi, na mesma época, eram concorrentes.

    Enfim: tempo bom, maravilhoso. Saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade....linda...curtia muito a pepsi music hall, e vc me fez lembrar e me emocionar, pois nem lembrava mais do fruto, que tinha bem na frente...curtia muito o california tbem, mas antes de virar sunset club, depois só ia na pepsi mesmo..o acre era legal..

      Excluir
    2. fui tbém na contra-mão, e na overnight na moóca, e esqueceram de outras legais, como o casarão na ponte rasa(zona leste), tinha tbém o guapirinha, no jaçana, de onde eu sempre morei, que era uma domingueira, que não tinha tanto glamour, mas tinha sim lá seu charme..

      Excluir
  53. faltou tres danceterias que faziam a cabeça da galera da zona oeste e região

    Clube da cidae - barra funda

    Armagedon - rua agusta

    dunnys - space - rua afonso sardinha

    ResponderExcluir
  54. Palmas do Tremembé...Serra d Cantareira !!! Green Garden !!! Nossaaaaa.....Fantastic !!!!

    ResponderExcluir
  55. Ai que saudades, faltou o honolable societá, na 9 de julho, muito legal também.
    Lendo os depoimentos fiquei triste de saber que já fui muito feliz e não sabia.

    ResponderExcluir
  56. Creio que faltou uma casa em SCS que foi inaugurada em 1980 e continua aberta até hoje! Chama-se Duboiê Bar, e fica na rua Manoel Coelho e por um bom tempo tinhas as quintas feiras animadas pela turma da radio 89FM (a antiga 89FM, não a de hoje). O Marcelo proprietário da casa também inaugurou depois o Bar Drugada em Moema, mas essa já fechou.

    ResponderExcluir
  57. Tinha uma danceteria aqui em guarulhos chamada ONE WAY....foi inaugurada em 1984 e fechou as portas em 1997,se nao me engano....eu costumava frequentar as matines de domingo...foi uma epoca boa q nao volta nunca mais :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi , vc se lembra quem era o proprietario??? sera que era o Celinho do pulman ?

      Excluir
    2. Alguem conheceu o Celinho do Pulman??por onde ele anda sera? SAUDADESSS

      Excluir
  58. Noooooosssaaa!!!muito legal essa lista!!! Achoe qu estao todos cinquentoes como eu... Fui a moria delas, faltou o Lira Paulistana, o Volupia e uma casa descendo a consolacao a pe virando a direita logo apos o Woodstock... Esquci o nome, 50tão é F...

    ResponderExcluir
  59. Amei...... trouxe nomes de baladas que eu havia esquecido !!!! Parabens.....

    ResponderExcluir
  60. frequentei muito dessas casa as sextas eu curtia a Sunset em Santana ou a Overnight na mooca , no sabado eu curtia Contramao e aos domingos eu curtia a matine do Chicago em moema, mais ou menos nessa epoca comecei a vender o prefume frenesi vcs lembram..vendo ele ate hoje....por muitos anos fiz este trajeto sunsete, over, contramao e chicago onde neste ultimo conheci a galera dos Dia jow...nao e assim que se escreve e a turma da paulistinha umas meninas que moravam na regiao da pauliste e da liberdade do colegio Sao jose...boa epoca...depois com o passar do tempo passei a freguentar o retro e o madame sata...abracos aleleoazevedo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  61. Que Saudade...faltou o Cave da Rua Nestor Pestana, alguém lembra?

    ResponderExcluir
  62. Meuuuu Deuuuussssss do céuuuuu !!!! 43 anos nas costas e acabei de ler toda a minha juventudeeee.... Karaka !! Assisti o primeiro show do Legião no Radar Tantã !! Lindo !!1 Parabens Parabens Parabensssss.... Ahhh Faltou a Pop Corn 2 a Saint Louis Na Vila Maria, A FLY no Tucuruvi.

    Marcos - São Paulo

    ResponderExcluir
  63. Que Demais, em pensar que eu estive no Ano de 1992 na discoteca Zoom em Santana, quem será realmente o Dj nesta Data, queria muito conhece-lo me recordo que rolava o Som da X - Pander Touch my love..... que SAudadessss....Logo em 1995 conheci a Over, era o Dj andy, hual muito jungle que locura.....rs na verdade me inspirei em Tambem ser Dj e cantor de dance music atravez desta Noite,,,,,Se quizer me conhecer sou este cara do Site:

    www.djallexk.com.br

    ResponderExcluir
  64. Esqueceu de citar o BASE, que ficava na Av. Brigadeiro Luis Antonio, e o Moinho Santo Antonio, na Moóca.

    ResponderExcluir
  65. Muito bom esse site. Lembrei de dois locais:
    Stravaganza (Henrique Schaumann) e De Cabeça pra baixo (Av Ibirapuera). Além é claro de todos fantásticos que já li aqui..rs.rs. Quarentões como eu viveram tudo isso. BOM DEMAIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O STRAVAGANZA antes se chamava CAVE depois virou stravaganza e atualmente chama-se OPEN BAR.

      Excluir
  66. Saudades .......lagrimas ...Ficando velho ..rs

    ResponderExcluir
  67. Flatou a Kiron, que ficava na Estados Unidos, em frente ao Comics...
    Um dos lugares em que eu mais fui feliz na vida!!!

    ResponderExcluir
  68. Tio Sam Club, na Zona Norte, de propriedade de um fanfarrão chamado Rino, participante assíduo do quadro Namoro na TV do Silvio Santos.

    ResponderExcluir
  69. Show de bola!!
    Altas e boas recordações,porém eu incluiria também o Amarelo 20, que funcionava em São Caetano do Sul, que nos anos 80 bombava,

    ResponderExcluir
  70. Que delicia ouvir todos esses relatos, passa um filme na cabeça, quem frequentou a Discoteca 03 na Av. ibirapuera, o barracão de zinco, a Rink (Patinação) Av. jamaris, que saudades!!!!!!!!!!!!!111

    ResponderExcluir
  71. o ABC anda meio esquecido, tinha o Buso Palace que ficava em Utinga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguem do ABC se lembra da Emerald Hill e da Adrenalina que ficavam em BernÔ City????

      Excluir
  72. E ai pessoal, eu comecei a curtir o AREA na Rua: dos Pinheiros em 1987 e dai então fui em varias outras como STUD BECKR na Cidade Jardim X Faria Lima o me disseram que era o antigo QG, BRILHO na Crdeal Arco Verde com o Dj Mister Sam, OVER NIGHT, CONTRA MÃO, UP AND DOWN na Rua: Panplona, RAPISODY Osasco, e outras que não me recordo. Tenho muita saudades desta época, e gostaria de saber se existe atualmente encontros com o pessoal que curtiu estes lugares e fazer contato. souzamauroj@hotmail.com 11-7893-2893 Obrigado por fazerem lebrar dos melhores tempos de minha vida.

    ResponderExcluir
  73. DESCULPE PESSOAL ALGUNS ERROS ESTÃO CORRIGIDOS AQUI!
    E ai pessoal, eu comecei a curtir o AREA na Rua: dos Pinheiros em 1987 e dai então fui em varias outras como STUD BECKER na Cidade Jardim X Faria Lima, BRILHO na Cardeal Arco Verde com o Dj Mister Sam, OVER NIGHT, CONTRA MÃO, UP AND DOWN na Rua: Panplona, RAPISODY Osasco, e outras que não me recordo. Tenho muita saudades desta época, e gostaria de saber se existe atualmente encontros com o pessoal que curtiu estes lugares e fazer contato. souzamauroj@hotmail.com 11-7893-2762 ID: 962*24445.
    Obrigado por fazerem lebrar dos melhores tempos de minha vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mauro, eu trabalhava no Bradesco ao lado do Up&Down. O gerente sempre ganhava convites e nem sempre ele tava a fim de ir. Entao elea distribuia pros mortais funcionarios. Eu tinha 18 anos, era escrituraria, amava quando ganhavava um Vips!
      O tempinho bom, era dura, mas era feliz!

      Excluir
    2. Deve ser a mesma época que curti a Up&Down, talvez nos esbarramos por lá.
      Realmente neste tempo era feliz e não sabia.

      Excluir
  74. Deveria incluir o 3º Tempo na Lorena, New York na travessa da Hadock lobo, Banana Banana na 9 Julho, detalhes do Clash da Faria Lima e do RaggaeTime em Sto. André.

    ResponderExcluir
  75. O Cabral, so Luciano Huck, nao era no Tatuape?
    A Euro em Pinheiros, nem lembro mais em qual rua era. As sextas-feiras, o lugar servia bebida nacional de graca ate a meia noite, assim de carinhas!!!!! Tinha tb strip-tease de homens e mulheres em andares diferentes, era uma loucura.
    E o Moinho Santo Antonio na Mooca, com a mulher no aquario! Assisti ao Show Acustico dos Titas la, loko!!

    ResponderExcluir
  76. BOM DIA ADOREI AS RECORDAÇÕES,

    MAS VC ESQUECEU DA DANCETERIA CRIS DISCO CLUB , QUE FICAVA NA AV. ITINGUÇU. VILA RÉ, ERA MUITO BOM , ZL PARAVA NOS SHOWS QUE ACONTECIAM LÁ.
    INCLUI NA SUA LISTA VALE A PENA
    BJ

    ResponderExcluir
  77. Nossa menina, parabéns...só de ler o nome das dance...vem uma viagem na cabeça...Nos anos 80 todos se divertiam, dançavam as drogas e bebidas alcoólicas não eram necessárias, pois a música era nossa forma de protesto e diversão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALGUÉM SE LEMBRA DE UMA DANCETERIA QUE FICAVA NO FINAL DA PAULISTA, SE NÃO ME ENGANO O NOME ERA 'THAT', MUITO LEGAL!!!!! PARABÉNS PELA MEMÓRIA! CONHECI VÁRIOS DESSE LUGARES, MAS NÃO ME LEMBRAVA DE MUITOS DELES.

      Excluir
  78. NÓSSA MUITA SAUDADE DESSE TEMPO MARAVILHOSO
    *NÃO ESQUEÇAM DOS RACHAS NA PRAÇA PANAMERICANA E NA USP
    *QUANDO TODO MUNDO IA PARA A AV IBIRAPUERA E AUGUSTA FICAR AO LADO DO CARRO PAQUERANDO A MULHERADA QUE PASSAVA
    *TEMPOS EM QUE SE IA COM NA PRAÇA DO POR DO SOL FICAR NAMORANDO
    *SHAMPOO ERA FREQUENTADOR DE CARTEIRINHA ONDE TINHA UMA GALERA MUITTTTOOO LEGAL
    *PISTA DE PATINAÇÃO DO SHOPPING MORUMBI
    TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS E QUE ÉSSA JUVENTUDE DE HOJE EM DIA INFELISMENTE NÃO VAO TER PARA SE DIVERTIR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Newton se lembra do Thatus Bar que´só fazia batidas igual ao Rei da Batida no Butantã, ele ficava próximo a Praça Panamericana e o pessoal tirava racha lá também.

      Excluir
  79. Faltou o Via Berlin, que ficava em São Paulo, pelos idos de 1985, 1986...

    ResponderExcluir
  80. Olá Pessoal,

    Acabei de fazer um REMEMBER da minha vida.. tenho 45 anos...
    Lí tudo aqui e me senti nas nuvens.
    Bons tempos e lugares que não voltam mais.
    WEra frequentar assíduo do Ta MATETE, QG, Chicago, Madame Satã, Area, Radar Tanta, ALLURE e etc.
    Não vi ou lí sobre o EXCELENTE "DANCING" na Avenida Morumbi, logo que atarvessava a ponte na avenida Morumbi no início lado direito.
    Era a melhor casa noturna de Sampa (anos 80).

    Neto

    ResponderExcluir
  81. Nossa meu que tempo maravilhoso!! Frequentei o Azul da meia Noite na Franz Schubert durante bastante tempo. Pena que este tempo não voltará jamais, pois foi a melhor época da minha vida....muitas saudades.

    Luíz A. DeMolay
    Osasco - SP

    ResponderExcluir
  82. esqueceram da status q ficava na coelho lisboa tatuapé,mesma rua da contra mão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maumau64. Bem lembrado. Não saia de lá no fim dos anos 80


      Juka

      Excluir
  83. Faltaram algumas da Zona Leste:
    MASSA RARA - Ficava perto da final da ponte do Aricanduva no lado da Penha. Fui na inauguração e o cantor convidado foi o Marcos Sabino da música Reluz.
    A PONTA - Ficava na av. Eduardo Cotching, perto da pça. Sampaio Vidal na Vila Formosa. Hoje é um puteiro de luxo, o Connection.
    CLUBE ESPORTIVO DA PENHA - Famosa pelas domingueiras.
    FOFINHO ROCK CLUB e LED SLAY - Acho que as duas ainda existem, na av. Celso Garcia, são especializadas em rock.
    COTONIFÍCIO GUILHERME GIORGI - Era no clube da fábrica, na Vila Santa Isabel. Também só tocava rock e a única iluminação era uma estrela feita de neon.

    LIRA PAULISTANA - Esse era em Pinheiros, assisti muitos shows de grupos undergrounds da época.
    SINGAPURA - Na região da Paulista, na Al. Itú. De dia era uma loja de discos e a noite no outro andar funcionava a danceteria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Eduardo, já q/ falou do Guilherme Giorgi, sou obrigada a discordar, ou ainda não era da sua época, dancei muito samba, curti muitos telões, vi ouvi muito Jorge Bem, Sandra de Sá, namorei muito naqueles jardins do Guilherme. Pô qdo passo por lá só lembranças.
      Não podemos nos esquecer do Brasilian Club na Santa Izabel.
      Minhas melhores recordações estão nestes lugares. Mas conheço muitos destes lugares relacionados acima. SÓ SAUDADES...

      Excluir
    2. caramba, eu lembro do massa rara, inclusive o nosso time de futebol de salão era patrocinado pelo massa rara, tinha o nome de massa rara e o fardamento do time foi massarara que deu. saudades dos manos - Marçal , roberto, sergio, grandão, e outros que não me lembo agora. todos da cohab 1 - artur alvim.

      Excluir
  84. Legal, bons tempos ! Só fltou acrescentar a JOY, que ficava próxima ao CHICAGO, ao lado do shopping Ibirapuera....

    ResponderExcluir
  85. Ninguém falou do Clube Atletico Juventus na mooca, Bumerang na Água Rasa.

    ResponderExcluir
  86. FALTOU A SORVETERIA SWENSENS, LUGAR DE PAQUERA, TINHA UMA ENORME NA AV DOS BANDEIRANTES, E OUTRA MENOR NOS JARDINS.....MUIIITO BOM.
    TAMBEM FALTOU O BAR DO SUPLICY NOS JARDINS....ERA MUITO BOMMMMMM

    ResponderExcluir
  87. Faltou algumas, ONU, BIZARRE, PEPSI, FRUTO DA TERRA, POLO NORTH, CALLY, NAHARA, BALLI BAGUS, SOUND FACTORY, VENICE, KVA ETC
    TEMPO BONS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai marcelo Tine curti a ONU, SOUND FACTORY e KVA conforme comentou, tenho muita saudades desta época, e gostaria de saber se existe atualmente encontros com o pessoal que curtiu estes lugares e fazer contato. souzamauroj@hotmail.com 11-7893-2762 ID: 962*24445.
      Obrigado por fazerem lebrar dos melhores tempos de minha vida.
      Abraços....
      Mauro Souza

      Excluir
  88. Querida Renata, adorei voltar no tempo uns 20 anos mas não posso deixar de lembrar de uma danceteria que fazia muito sucesso na época na região do ABC: Emerald Hill em São Bernardo que em 88 e 89 eu era quase acionista. Lendo seu blog fiquei muito feliz em saber que esta época também foi ótima pra muita gente. Um abraço a todos os ex-fisicamente jovesns mas eternamente jovens de espírito!!

    ResponderExcluir
  89. Adorei recordar.Tinha e ainda tem também o Chico Hamburguer.

    ResponderExcluir
  90. Um pouco antes desta época tinha o Rick Store na av Faria Lima.Panquecas e rachas.

    ResponderExcluir
  91. KD A BOATE WALL SHOW QUE FICAVA NA MARQUES DE ITU EM SP,O ESPAÇO ERA PEQUENO E ERA UMA DAS MELHORES,ATÉ HOJE NÃO ENCONTREI NADA IGUAL OS ANOS 80 ALI ERA SUPER LOTADO,PARECIA UMA CIDADE GAY,AS MUSICAS ERAM FANTÁSTICA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente aiguem lembrou da wall na marques de itu,vc se lembra do chiquinho da wall,gente fina,e da boate corintho ao lado do shopping ibirapuera,eu queria encontrar fotos do local da época ente 1983 á 1986,,, Abçs: Antonio

      Excluir
  92. Cadê o Terceiro Tempó, bar e clube do pessoal de rugby que virou point dos new wavers nos anos 80? Fica na Lorena, quasa esquina com a consolação

    ResponderExcluir
  93. Falta o Derepende bar que tocava o grupo Aries e o Acontece Bar ambos no Jardins!

    Sds Wallace Junior

    ResponderExcluir
  94. Que saudades.....Estive em muitas dessas casas "curtindo" a bela noite paulistana. Lembro-me também que em certa ocasião, iamos sair na balada, eu e um grupo de amigos com suas respectivas namoradas, amigas, irmãs.....Era uma noite de sexta-feira, chovia muito e fazia muito frio, tinhamos marcado de irmos no Derepente Bar (Lá iria tocar o Rock Memory) do meu, até hoje amigo Fábio Cirello. Não sei, quem foi o iluminado que no meio do caminho resolveu mudar o nosso destino (e o meu também) resolvemos ir ao Woodstock (Rua na Consolação), estacionamos os carros e vamos para mais uma balada, quem sabe mais um beijo, mais um amasso (e ficava tudo por ai).....Lá pelas tantas da manhã, quase já no final do show, olhei e ví uma menina, uma loirinha pequena que me observava, disfarcei, porém de canto de olho também a observava, não me contive e fui lá....Aquele papinho furado....não vai dar em nada mesmo, mas fica com meu telefone...543-**** vc vai me ligar neh ? (vc acha que iria ?) mas nem a pau...final de noite, depois de algumas cervejas a mais.........mas nem a pau.......No dia seguinte estava em casa havia acordado a pouco, o telefone toca, minha mãe atende.....escuto então: Quem quer falamos com ele ? Ahhh sim só um segundo por favor.....É para você diz ela.....Quem é pergunto ? Andréa, responde ela......Conversamos, marcamos de nos ver, nos vimos, marcamos novamente, saimos, comecamos a namorar e após 01 ano a recebia, linda, maravilhosa no altar da Igreja Nossa Senhora do Brasil. Andréa te amo, obrigado pelos nossos filhos, vcs são a razão do meu viver....Perdidamente te amo minha pequeninha princesa........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que história linda.

      Excluir
    2. Muito legal a sua história!!!
      Ainda bem que este não é um privilégio só da nossa geração.
      Embora haja mais "azaração", as pessoas continuam se encontrando, se apaixonando e criando novas histórias.

      Um grande abraço.

      Renata

      Excluir
    3. Obrigado Rita de Cássia e Renata. Realmente esta noite mudou (e para muito melhor) minha vida. Sou complemente apaixonado pela Andréa e pelos nossos filhos. Obrigado pelo post. Abraços.

      Excluir
  95. Faltou o Duna`s na Hadock Lobo, era uma boite para casal, pequena, super romantica.
    Tinha também a boite do clube Sírio Libanês, muito bacana.
    No barco da 23 de Maio, no Paraíso, também funcionou uma boite com diversos ambientes e música ao vivo, mas não recordo o nome.

    ResponderExcluir
  96. Amigo, Boa noite, sim o Duna's na Hadock Lobo, muito boa por sinal...um lugarzinho para uma conversa ao pé do ouvido e namorar.....Quanto ao barco que o amigo se refere na Av. 23 de Maio chamava-se Latitude 3001. Nos idos anos 70 por sinal anos de ouro de minha vida, era a Marcopolo Pizza bar. Espero ter ajudado. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  97. Olá...está faltando uma casa que foi muito importante na zona leste tbem> O Casarão Dancing Bar.
    O top Dj Vadão começou sua carreira lá, sem falar no Dj Fabian Beraldo, que nos anos 90 fazia parte do seleto grupo de Top Djs.

    ResponderExcluir
  98. acho9 que ninguem ia no radio clube em pinheiros!!! depois do qg e do dancyng days saloom erea parada obricatoria para quem era da regiao sul do campo limpo ate o morumbi todos frequentavam!!!

    ResponderExcluir
  99. Nossa, adorei esse blog, conheci muitas dessas casas noturnas, voltei no tempo e tive uma viagem incrivel aqui. Obrigada por me fazer reviver uma parte de minha vida!!!

    ResponderExcluir
  100. Cara que saudades do Buso Palace, do aramaçam, mas o que me tocou mesmo foi lembrar do shampoo. Eu ia muito lá com uma galera mito legal do morumbi shopping e faziamos aquela farra. Bons tempos que infelizmente não voltam mais. Fica a lembrança maravilhosa, já fazem 25 anos. Abs

    ResponderExcluir
  101. Lanchonetes/barzinhos como o Sanduicheria São Paulo (era este o nome)? Perto da Pizza Cristal, que existe até hoje... Bar Balcão, que tbém resiste até nossos dias... NewDog...
    Nao conseguia lembrar do nome Tolouse Lautrec... Casablanca... boas memórias... rsrsrs
    Beijo

    ResponderExcluir
  102. Faltou a SAINT PAUL na Alameda Lorena, 1717. No fundo, havia um pequeno jardim, com água corrente, que dava um toque super romântico ao lugar.

    ResponderExcluir
  103. Faltou o LEI SECA, que ficava perto da Av. Santo Amaro e o PENICILINA, que ficava na Al. Lorena.

    ResponderExcluir
  104. No Campo Belo (Banza - Vieira de Moraes) e o Voo Livre (Perto do Jumbo Aeroporto) entre outros tantos...

    ResponderExcluir
  105. PANELA 51 02 fevereiro 20132 de fevereiro de 2013 07:32

    Toda sexta feira eu não saia do TULIPÃO sambão rua Costa Aguiar IPIRANGA

    ResponderExcluir
  106. Muito bom seu blog, parabéns! Foi uma maravilhosa viagem no tempo... matinê da Contra-Mão em 87/88 era tudodebom!! e fui na inauguração da Overnight, onde comemorei meus 17 anos.. Só quem viveu essa época sabe o quanto foi bom, tanto que até hoje, os anos 80 são lembrados e revividos.. obrigada pela viagem ;)
    Como você permitiu, direi: senti falta do "Porque hoje é sábado" - barzinho no bexiga e do "Zanzibar" na cruzeiro do sul, em santana (90/91)

    ResponderExcluir
  107. ESTAVA PESQUISANDO TON TON MACUTE, MUSTACHE ,MAU-MAU , E ENCONTREI ESTE SITE .ADOREI!
    ALGUEM LEMBRA O NOME DA LANCHONETE DA RUA SERGIPE/HIGIENOPOLIS ,AO LADO DO POSTO,ONDE IAMOS AO SAIR DO MUSTACHE, OU DO TON TON, COMO ALTERNATIVA AO DECK , AO PONTO CHIC OU AO JOAKIN'S ????

    ResponderExcluir
  108. EM PINHEIROS...ACHO QUE NA RUA ANTONIO BICUDO, HAVIA TAMBÉM UM BAR NOTURNO QUE TOCAVA JAZZ, LANÇOU MUITO MUSICO QUE ATE HOJE TOCA JAZZ NA NOITE . FICAVA EM PINHEIROS E CHAMAVA PASSADENA BAR.OTIMOS SANDUICHES E PRATOS. ROLAVA UM SOM MUITO BOM E A FREQUENCIA ERA BEM LEGAL. ACHO QUE EM 1986/88.

    ResponderExcluir
  109. Conheci um DJ da Chicago em Moema, ele também trabalhava como palhaço em festas infantis, será que ele apareceu por aqui?
    Lendo esses comentários viajei no tempo, muita saudade, meu final de semana começava na quarta-feira, cada noite era legal nun lugar específico,muito bom relembrar.
    Valeu pelo post.
    Adorei.

    ResponderExcluir
  110. powww esqueceram o kalabar na rua Pamplona.... era bom demais !!!

    ResponderExcluir